Kraftwerk – Electric Cafe – 1986

Kraftwerk

Electric Cafe: disco do Kraftwerk, de 1986

Por Marcos Lauro

Sim, o Kraftwerk mudou tudo e bagunçou a cabeça de muita gente com seu primeiro disco, homônimo, de 1970. Imagine só o cenário da música eletrônica em 1970! Mas aqui eu vou para a outra ponta da discografia dos caras de Düsseldorf.

Electric Cafe é o último disco da primeira fase do Kraftwerk – eles só voltariam a lançar um disco inédito em 2003. Então, aqui eles condensam tudo que ensinaram (e aprenderam). Tem techno, miami bass, experimentações, efeitos sonoros dos mais diversos… tudo para construir um disco rápido (35 minutos) e que diz pra gente: “Jovens, ouçam aqui tudo o que a gente construiu nesses últimos 16 anos”.

A coisa começa com a sampleável (alô, rappers!) “Boing Boom Tshack” e passa, sem que o ouvinte perceba, para “Techno Pop”. Uma curiosidade: diversas rádios usaram, até os anos 1990, “The Telephone Call” como trilha sonora na hora de atender ouvintes por conta de seus efeitos sonoros.

Na faixa mais pop do disco, “Sex Object”, os robôs do Kraftwerk dizem que não querem ser objetos sexuais e pedem mais sentimento na relação (!!!). Para fechar, “Electric Cafe” ensaia um pancadão robotizado que coloca qualquer R2-D2 pra dançar.

Até o chão, robozim!

Kraftwerk – Electric Cafe

Ouça o disco

  1. Boing Boom Tschak
  2. Techno Pop
  3. Musique Non Stop
  4. The Telephone Call
  5. Sex Object
  6. Electric Cafe
Anúncios

Comente sobre este disco

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s