Chico Buarque – Meus Caros Amigos – 1976

Chico Buarque

Meus Caros Amigos: disco de Chico Buarque, de 1976

Por Marcos Lauro

Em 1976, Chico Buarque já estava mais preocupado com suas criações no teatro do que com os shows. Enquanto o ritmo de shows diminuía, os espetáculos de teatro escritos ou musicados por ele bombavam nos palcos. E é nesse clima teatral que nasce Meus Caros Amigos.

O disco tem a presença de Augusto Boal, diretor de teatro, em dois momentos. No primeiro, como compositor de Mulheres de Atenas, parceria dele com Chico que chegou a ser gravada antes pelos Secos & Molhados.

Depois, Boal é o homenageado pela faixa que encerra o disco, Meu Caro Amigo. O diretor estava exilado em Lisboa e a música foi feita, por Chico e Francis Hime, para ele.

O disco tem mais faixas brilhantes, como Olhos nos Olhos – melhor música de fossa pós pé-na-bunda da história da música brasileira – , o samba Vai Trabalhar, Vagabundo e a ecológica Passaredo.

Mais uma das obras do showman, Chico Buarque.

Chico Buarque – Meus Caros Amigos

Ouça o disco

  1. O Que Será (À Flor da Terra)
  2. Mulheres de Atenas
  3. Olhos Nos Olhos
  4. Vocé Vai Me Seguir
  5. Vai Trabalhar Vagabundo
  6. Corrente
  7. A Noiva da Cidade
  8. Passaredo
  9. Basta Um Dia
  10. Meu Caro Amigo
Anúncios

Comente sobre este disco

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s