Secos & Molhados – Secos & Molhados – 1973

Secos & Molhados

Secos & Molhados: disco dos Secos & Molhados, de 1973

Por Marcos Lauro

Começo dos anos 1970. Médici era o presidente, tido como um dos generais que mais cerceou a mídia durante o regime ditatorial. Mesmo assim, surgia no cenário musical um grupo que chamava a atenção. E muita! Seja pelo figurino, pela performance ou pela voz de Ney Matogrosso, os Secos & Molhados dominaram a cena com seu disco de estréia, homônimo, de 1973.

O rock ainda era embrionário no Brasil. E os Secos & Molhados, que se portavam como uma banda de glam rock – inclusive tendo influenciado o Kiss no seu visual – ou algo equivalente para o Brasil, acabaram dando o empurrão que o ritmo precisava no país.

O projeto musical dos Secos & Molhados já existia há algum tempo  – desde 1970 – e João Ricardo e Sergio Conrad buscavam uma voz que se enquadrasse à proposta. Ney se encaixou e acabou se tornando a alma do grupo.

Este primeiro disco dos Secos & Molhados vendeu 800 mil cópias. Só no primeiro mês foram 50 mil cópias! 21 das 25 prensas da gravadora Continental estavam encarregadas de soltar vinis dos Secos & Molhados para as lojas. O disco Secos & Molhados foi gravado em apenas 4 canais e teve, além da banda, o músico Zé Rodrix fazendo algumas participações.

No dia 9 de setembro de 1973, o vídeo da música “O Vira” estreava no Fantástico, principal canal de divulgação musical na época. Curiosamente, os Secos & Molhados causaram grande impacto sobre o público infantil. Até Os Trapalhões fizeram sátiras com os números musicais do grupo. E o grupo foi o responsável pelo primeiro recorde de público do Maracanãzinho. Em 1974, conseguiram reunir 25 mil pessoas no ginásio – sem conseguir acreditar ainda no tamanho daquele público.

Podemos dizer, seguramente, que esse é o principal disco dos Secos & Molhados. O segundo, também com o mesmo nome, era menos roqueiro e mais produzido, mais sofisticado. Sem contar que a banda já estava em pé de guerra, num clima insuportável. Eles brigavam por uma divisão justa dos direitos e dos cachês.

Assim como um bazar de Secos e molhados, esse marco da música brasileira tem um pouquinho de tudo: rock, folclore, poesia, androginia, teatro e uma música que marcou época.

Secos & Molhados – Secos & Molhados

Ouça o disco

  1. Sangue Latino
  2. O Vira
  3. O Patrao Nosso De Cada Dia
  4. Amor
  5. Primavera Nos Dentes
  6. Assim Assado
  7. Mulher Barriguda
  8. El Rey
  9. Rosa De Hiroshima
  10. Prece Cosmica
  11. Rondo Do Capitao
  12. As Andorinhas
  13. Fala
Anúncios

Comente sobre este disco

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s