OQuadro – OQuadro – 2012

OQuadro

OQuadro: disco de OQuadro, de 2012

Por Marcos Lauro

O rap tem sido cada vez mais plural e o diálogo com outros movimentos e ritmos aumenta conforme o movimento ganha força. E vem da Bahia o mais recente exemplo dessa mistura, aqui, especialmente, com ritmos jamaicanos e africanos, berços da cultura hip-hop.

O rap d’OQuadro tem banda: três vocalistas, baixo, bateria, guitarra, sintetizador e percussão. E recebe mais três vozes para reforçar as misturas. O grafiteiro e MC Dimak, de Salvador, rima no raggamuffin Tá Amarrado.

A rapper Lurdes da Luz está em Seja Bem Vindo ao meu Lar. E a surpresa está em Planeta Diário, em que Guilherme Arantes pontua as rimas dos três vocalistas numa faixa que alerta para os problemas relacionados ao meio ambiente, tema pelo qual o cantor passou bastante em sua carreira.

Aparecem ainda o reggae (especialmente o dub) e o afrobeat pelas outras faixas do disco de estreia, como as instrumentais Sapoca uma de Cem e O Soco.

OQuadro – OQuadro

Ouça o disco

  1. Balançuquadro
  2. Evolui (Bem Aventurados)
  3. Seja Bem Vindo ao Meu Lar
  4. Planeta Diário
  5. Valor de X² (Parte 2)
  6. Sapoca uma de Cem
  7. Tropeços/Percalços
  8. Fogos de Artifício para o Precipício à Vista
  9. Tá Amarrado
  10. O Soco
  11. Música das Músicas
Anúncios

Comente sobre este disco

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s